• Helena Morais Cardoso

Pedir "desculpa por existir" - A redução do amor-próprio através do excessivo acto de pedir desculpa



Hoje assisti a uma situação que me levou a querer escrever sobre o pedir desculpa - observei uma senhora que estava a ligar para uma empresa a requisitar um serviço, e a primeira frase que ela utilizou foi "eu peço desculpa por estar a ligar". E eu sei que muitas vezes utilizamos o "desculpe" por educação (e também por uma cultura de subserviência na qual fomos criados). Mas eu acredito que para além de haver outras formas de ser educados, usar o "desculpe" de forma continua nos retira poder pessoal. E também acredito que quem anda com o "desculpe" na boca constantemente está muito longe de ter uma concepção de amor-próprio saudável.

Voltando à história da tal senhora. Porque é que ela teria que pedir desculpa? Se está a dar negócio a uma empresa, se há um numero público disponível para ligar, porque razão pedir desculpa? Se analisarmos a situação com frieza, seria a empresa a estar numa posição de gratidão perante o novo cliente.

Então a pergunta para ti é: quantas vezes pedes desculpa, assim, gratuitamente? Eu chamo-lhe muitas vezes "pedir desculpa por existir" É importante questionar qual é a força com que este comportamento de "assumir culpa" está enraizado em nós. É importante reflectir se não sentimos que estamos a "incomodar". É importante perceber se sentimos que temos o direito de ocupar espaço neste mundo.

E para mim isto não é um parâmetro pela qual se mede a educação, mas sim a restrição. A ti mesmo.

A verdade é que tu tens permissão para viveres a tua vida sem sentir que és um incomodo, um peso ou que ocupas espaço demais. Já deixaste de ser a criança que não quer incomodar, não quer ser vista, não quer dar trabalho e não quer ser (ainda mais) um problema.

Sim, tu ocupas espaço, tempo e disponibilidade na vida dos outros, e isso é óptimo - é sinal que estás vivo!

Que esta pequena reflexão te faça reflectir sobre a quantidade de vezes que tu pedes desculpa. Desculpa por incomodar, por estar, por ser, por falar, por fazer, por sentir.

Por favor assume que tu podes sim, ocupar o teu espaço no mundo. E se isso incomodar alguém: temos pena.

*disclaimer: por favor não entendas este post como uma negação à arte de pedir desculpa ou como uma celebração da falta de educação. Podes continua a ser educado e civilizado e não quero que te tornes um egocentrado que não pede desculpa, este post é para as pessoas que pedem desculpa demais.

Helena Morais Cardoso Terapeuta de AMOR-PRÓPRIO

63 visualizações

MOVIDO A AMOR - Todos os direitos reservados - 2019

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now